Adema acompanha mais uma incineração de entorpecentes pelo Denarc

Órgão ambiental concedeu autorização para a queima de 1.800 toneladas de drogas

A Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) esteve no município de Pacatuba para acompanhar mais uma ação de incineração de entorpecentes realizada pelas forças de segurança estaduais na última sexta-feira, 27 de outubro. Ao todo, foram incineradas 1.800 toneladas de drogas resultantes de apreensões realizadas no âmbito de inquéritos policiais conduzidos pelas Polícias Civil e Militar de Sergipe.

De acordo com as Leis nº 11.343/06 e nº 12.961/14, a destruição de drogas apreendidas deve ser executada na presença da autoridade sanitária competente e do Ministério Público, que solicitou o acompanhamento da Adema, enquanto órgão responsável pela concessão da autorização ambiental para a realização do procedimento, em atendimento à solicitação feita pelo Departamento de Narcóticos (Denarc) da Polícia Civil.

A autorização foi concedida partindo da perspectiva de que a operação não traria acréscimo ao risco ambiental inerente à atividade já realizada pela empresa Polimix, proprietária do forno industrial utilizado para a incineração. “O processo transcorreu dentro do esperado. Toda a logística foi realizada considerando os requisitos, do transporte à incineração em si”, avaliou a fiscal ambiental Wódia Santos.

Além dela, também acompanhou a operação a fiscal ambiental Fabiana Canuto, da Gerência de Licenciamento da Adema.

Última atualização: 31 de outubro de 2023 12:39.

Pular para o conteúdo