Adema analisa balneabilidade da Praia do Robalo onde rede de drenagem colapsou rodovia Inácio Barbosa

Amostras de água foram coletadas em três pontos por técnicos do Laboratório de Análises Químicas e Microbiológicas da Adema

A Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) realizou, nesta sexta-feira (30), a coleta de amostras de água da região da Praia do Robalo onde parte da ciclovia da Orla Sul, na Rodovia Inácio Barbosa, cedeu. O colapso da estrutura aconteceu pela força das águas, durante procedimento de desobstrução de tubulação de drenagem realizado pela Prefeitura de Aracaju na última segunda-feira. O Laboratório de Análises Químicas e Microbiológicas da Adema irá fazer a análise e emitir laudo da balneabilidade do trecho da praia correspondente.

As amostras foram coletadas em três pontos distintos, segundo explica o técnico em química, João Batista Filho, responsável pelas coletas. “Estamos aqui fazendo o monitoramento das condições da água, a começar pelas águas da lagoa que fica do outro lado da pista, onde houve o rompimento da tubulação, lançando ao mar. Por isso, estamos coletando a água no ponto direto onde está sendo lançada e em outros dois pontos, 100 m a montante e 100 m a jusante do local do lançamento”, explica.

De acordo com o gerente de avaliação e monitoramento ambiental da Adema, Péricles Azevedo, o objetivo é avaliar o impacto ambiental do evento na localidade. “Iremos analisar a contribuição, em relação aos coliformes termotolerantes, e indicar para a sociedade como estão as condições de balneabilidade no local. O método utilizado é o da membrana filtrante com incubação em estufa por 24h. Depois disso, os resultados serão utilizados para a elaboração do laudo”, detalha.

A presidente da Adema, Lucimara Passos, informou que o órgão ambiental está em alinhamento direto com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Infraestrutura (Sedurbi), somando esforços no monitoramento do local. “Nós realizamos a análise da balneabilidade das praias rotineiramente, mas considerando o evento ocorrido em razão do colapso da rede de drenagem no local, estamos fazendo uma análise adicional. O governo do Estado está atento e adotando as providências necessárias para restaurar a normalidade no local”, concluiu.

Última atualização: 30 de junho de 2023 13:14.

Pular para o conteúdo