Adema e Iphan dialogam sobre preservação do patrimônio arqueológico de Sergipe

O Governo de Sergipe, por meio da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em Sergipe (Iphan-SE), avança na busca de medidas e procedimentos que tornem mais céleres, sem abrir mão do rigor técnico, os processos de licenciamento ambiental com garantia da preservação dos sítios arqueológicos no estado.

Em reunião realizada na manhã desta quinta-feira, 26, a diretora-presidente da Adema, Deborah Dias, e o superintendente do Iphan-SE, Diego Passos, discutiram acerca da regularização de empreendimentos em Sergipe e da necessidade do licenciamento arqueológico.

A diretora-presidente da Adema destacou a necessidade de atuação de maneira coordenada para garantia da preservação tanto do meio ambiente quanto do patrimônio histórico e cultural. “Temos que ter um diálogo estreito com esse importante parceiro que é o Iphan para deixar o processo de licenciamento mais assertivo e ágil, promovendo proteção do patrimônio arqueológico de Sergipe”, afirmou a diretora-presidente da Adema, Deborah Dias.

“É importante tanto para o Iphan quanto para a Adema esse caminhar juntos para dar celeridade aos licenciamentos arqueológicos e ambientais, tanto de empreendimentos quanto de loteamentos, obras públicas e área de interesse da sociedade”, disse o superintendente do Iphan-SE, Diego Passos.

Última atualização: 26 de janeiro de 2023 12:12.

Pular para o conteúdo