Adema visita obras do Projeto de Conexão do Terminal Sergipe, na Barra dos Coqueiros

Licença de Operação será solicitada para início das atividades, que serão realizadas pela empresa TAG, previstas para o segundo semestre de 2024

Uma visita técnica realizada na manhã desta quarta-feira, 28, marcou a verificação do cumprimento das normas ambientais e o andamento das obras do Gasoduto Conexão Terminal Sergipe, que está sendo licenciado pela Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema). Com 25 quilômetros de extensão, o gasoduto está em fase final de construção e irá interligar o Terminal de Gás Natural Liquefeito (GNL) da Eneva até a malha de gasodutos da Transportadora Associada de Gás – TAG.

A obra possui Licença Prévia (LP) e Licença de Instalação (LI) concedidas pela Adema. Em breve, será analisado um novo pedido, desta vez para a expedição da Licença de Operação (LO) após a conclusão das obras, para que o gasoduto possa iniciar a operação. 

O presidente da Adema, George Trindade, conheceu pontos estratégicos da sua extensão e afirmou que a visita institucional foi guiada pelo olhar ambiental. “A gente sabe da importância estratégica dessa obra, que vai oportunizar um transporte de gás natural muito mais eficiente, abrindo uma frente de negócios futuros e incremento industrial para Sergipe, mas todo desenvolvimento tem que ocorrer de forma sustentável. Foi uma visita oportuna, proveitosa, em que pudemos verificar o andamento das obras. Os nossos técnicos vão se manifestar oficialmente, mas de antemão, pelo que pudemos presenciar, até o momento tudo está correndo em conformidade, de acordo com o projeto que nos foi apresentado”, comentou o presidente da Adema.

A visita também foi acompanhada pelo diretor Técnico-Operacional da TAG, Marcos Benício. “Estamos muito contentes com a presença da Adema hoje. Foi uma oportunidade excelente de mostrarmos como está sendo desenvolvido o nosso projeto. Estivemos primeiro no canteiro de obras, fizemos um briefing de segurança, que é uma das nossas maiores preocupações; depois tivemos a oportunidade de ir em algumas frentes de trabalho mostrar como se desenvolve a construção desse gasoduto, um projeto que envolve investimentos de cerca de R$ 340 milhões, muito importante para o estado de Sergipe”, pontuou.

Ainda segundo ele, todo o projeto é feito de acordo com as normas e leis ambientais. “Atuamos em estrito cumprimento das orientações e aprovações da Adema, com total preocupação com o meio ambiente, utilizando tecnologias avançadas, inclusive com algumas obras especiais que têm como foco a sustentabilidade”, afirmou Benício. 

Sobre o Projeto de Conexão do Terminal Sergipe

O Projeto de Conexão do Terminal de Armazenamento e Regaseificação de GNL e Complexo Termelétrico da ENEVA à malha de transporte de gás natural da Transportadora Associada de Gás – TAG prevê a construção de um gasoduto de aproximadamente 25 quilômetros de extensão, com pontos de entrada e saída, incluindo as infraestruturas de acesso necessárias. Passará pelos municípios de Barra dos Coqueiros, Rosário do Catete e Santo Amaro das Brotas.

O início da operação está previsto para o segundo semestre de 2024, com capacidade para transportar 14 milhões de metros cúbicos do produto por dia.

Iniciadas em 2023, as obras estão em estágio avançado de construção, com mais de 70% de progresso físico. Segundo a TAG, o projeto representa a geração de mais de 500 empregos diretos e indiretos durante a construção, sendo 70% mão de obra local, o que representa um marco relevante no processo de abertura do mercado de gás natural no Brasil e contribui para o desenvolvimento da economia da região.

Além de fortalecer a posição de Sergipe no cenário nacional de desenvolvimento da cadeia de gás natural, o novo gasoduto é uma alternativa ao abastecimento da região Nordeste e restante do país coberto pela rede integrada de transporte, conectando novas fontes de suprimento à malha integrada de transporte de gás natural e oferecendo flexibilidade e segurança de abastecimento para o mercado nacional.

Última atualização: 28 de fevereiro de 2024 18:47.

Pular para o conteúdo