Denúncia leva Adema a apreender gavião carcará sendo criado irregularmente em Socorro

Mantido em cativeiro há mais de três anos, animal foi encaminhado ao Cetas para avaliação clínica e definição de destino

Após o recebimento de denúncia, a equipe de Resgate da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) flagrou um Gavião Carcará sendo criado irregularmente no município de Nossa Senhora do Socorro. Em cativeiro, o animal estava provido de espaço, sendo mantido em ambiente totalmente inadequado que não favorecia a sua movimentação natural.

De acordo com o veterinário Daniel Allievi, fiscal ambiental responsável pelo resgate do carcará, o animal foi imediatamente retirado do infrator. “Encaminhamos para o Centro de Triagem de Animais Silvestres da Adema (Cetas), onde ele será avaliado clinicamente e nutricionalmente pela nossa equipe de veterinários. Após essa avaliação, poderemos concluir qual será o seu destino”, conta.

O veterinário Mathews Bezerra, coordenador do Cetas, informou que a definição do destino do animal levará em conta o seu histórico. “Como ele tem mais de três anos em cativeiro e nunca aprendeu a caçar, é um animal que não tem chance de ser reabilitado na natureza. Então, ele vai ter que ficar em um ambiente maior, mais adequado para que possa, ao menos, bater voos. Pode ficar no Parque da Cidade ou pode ser encaminhado a algum centro de rapinantes, como por exemplo, o Parque dos Falcões”, conclui.

A Adema recebe denúncias sobre a criação e comercialização ilegal de aves, animais silvestres e exóticos através dos canais (79) 3198-7160 e atendimento@adema.se.gov.br. E a equipe de resgate pode ser acionada pelo whatsapp (79) 99191-5535 de segunda a sexta-feira das 7h às 16h; e das 7h às 15h30 nos feriados e finais de semana.

Última atualização: 7 de agosto de 2023 13:54.

Pular para o conteúdo