Nos dias 28 e 29 de novembro, a Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) realiza o “Workshop Nacional de Licenciamento Ambiental da Aquicultura”. O evento acontece em Brasília e é resultado de uma parceria entre a Secretaria de Aquicultura e Pesca (SAP) e Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO). Sergipe será representado por dois técnicos da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema).

De acordo com os organizadores, o workshop tem o objetivo de promover discussões voltadas aos procedimentos de licenciamento ambiental da aquicultura, que é o tratamento do ambiente aquático e semiaquático para criação de peixes, mariscos, entre outros.

Augustus César Silva de Castro Louzada (zootecnista) e Luciano Carlos Sobral de Menezes (biólogo), técnicos da Adema, foram convidados pela CNA para participarem do evento. “Será bastante positivo para todos nós, porque poderemos discutir as inovações e novas ferramentas tecnológicas que possam minimizar os impactos ambientais desse tipo de trabalho. Além de nos possibilitar o conhecimento de novos métodos de análises de processos”, explica Augustus.

O técnico revela, ainda, que Sergipe possui mais de 500 empreendimentos licenciados voltados à aquicultura, incluindo carcinicultura (cultivo de camarões), piscicultura (peixes) e ostreicultura (ostras e mariscos) e, a presença de representantes do estado em um evento deste porte, possibilitará a troca de conhecimentos e, também, a apresentação das formas de trabalho desenvolvidas em solo sergipano.

Foto: Comunicação/Adema

Última atualização: 1 de novembro de 2018, 07:20 AM