Corpo de Bombeiros auxiliou o resgate do animal que encontrava-se próximo a fios de alta tensão

Uma equipe de fauna da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema), efetuou o resgate de uma Tamanduá-mirim (Tamandua tetradactyla) no povoado Porto Grande, localizado no município de Nossa Senhora do Socorro, Território da Grande Aracaju.

A ação foi realizada em conjunto com o Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe, pois o animal encontrava-se próximo a um fio de alta tensão no alto de um poste. De acordo com o veterinário da Adema, Daniel Allievi, a espécie é típica da região. “É um animal muito comum em regiões de mata fechada, provavelmente saiu do seu habitat à procura de alimentos e pequenos insetos, a exemplo de formigas e cupins, e terminou por escalar o poste, sem depois conseguir descer”, explicou.

Após a avaliação clínica, constatou-se tratar-se de uma espécie fêmea, aparentando sinais de fraqueza. O animal foi nutrido, medicado e posteriormente encaminhado ao Centro de Tratamento de Animais Silvestres (Cetas), onde receberá tratamento adequado, e, quando estiver apto, será reinserido na natureza.

O órgão ambiental reafirma para a população a importância de não manipular animais silvestres, pois o contato sem a constatação do seu estado sanitário, pode ser prejudicial à saúde. Em caso de avistar espécimes em situação de risco, o cidadão deve entrar em contato através do número (79) 99191 5535 e solicitar o resgate.

Última atualização: 24 de agosto de 2021, 12:49 PM